25 curiosidades sobre Islândia que, talvez, você não sabia

25 curiosidades sobre Islândia que, talvez, você não sabia

Que viajar é uma forma de aprendizagem é algo que não vou para eu a estas alturas. Além de nos conhecermos melhor a nós mesmos nos faz ser mais tolerantes, solidários, compreensivos, e, claro, nos faz valorizar muitas coisas que passam despercebidas no nosso dia-a-dia. E o aspecto cultural dos países que visito é algo que sempre me impactou já que abre a mente e me permite entrar na pele dos outros e aprender, seja conhecendo o seu modo de vida, como são as suas gentes, que comem, seus costumes, como foi a sua história, suas curiosidades, seus erros, seus pontos fortes….. A islândia, além de ser uma ilha cheia de beleza natural, é mais que curiosa e tem uma cultura e um modo de vida muito peculiar que a tornam única no mundo. Com este post queremos aproximar de vocês um pouco mais a Islândia, mas de uma forma diferente, sem os típicos dicas de que há que ver, fazer, comer ou onde dormir ( para isso, já estão minhas outras postagens sobre a Islândia). Aqui tendes 25 coisas sobre islândia que, talvez, não sabia e que vos serão marcantes. Espero que os ajudem a compreender um pouco mais a este engraçado e encantador país que vale muito a pena visitar.

1. Islândia presume ser a primeira democracia do mundo, já que seu parlamento foi implantado há mais de 1000 anos.
2. Gêiser é uma das poucas palavras islandesas exportadas para o mundo. E, há mais de 600 geíseres espalhados por todo o país.
3. Há uma alfabetização de 99,9 % da população e isso dá lugar a que a Islândia seja o país que compra mais livros per capita do mundo. A leitura neste país está tão enraizada que faz parte de suas vidas. Que inveja!
4. É um dos poucos lugares do planeta onde não há formigas. O porquê não eu vós as considereis que não sei.
5. Na islândia há o dobro de ovelhas que de pessoas. Ou seja, mais de 600.000.

6. É um dos países mais vulcânicos do planeta terra, com mais de 200 vulcões, muitos deles ativos.
7. Não tem exército, nem marinha, nem forças aéreas.
8. É um dos países com maior longevidade do planeta. 81 anos para as mulheres e 76 homens. Acho que respirar ar puro e a vida tranquila do islandês ajuda a viver mais.
9. É curioso que é um dos países com mais mães solteiras do mundo. A taxa de gravidez fora do casamento é de 66%. A mentalidade tão aberta dos islandeses e as muitas ajudas do governo ajudam a que este país tenha uma taxa de natalidade elevada e que seja algo natural ver a jovens solteiras com filhos.
10. Os islandeses são felizes. Em uma pesquisa recente, os islandeses são resultado ser um dos países europeus onde mais felizes estão com a sua qualidade de vida. E não me estranha nada, já que a sua cultura e o civismo do país, unido a uma natureza deslumbrante, dá para ser muito feliz.
11. É um dos poucos países que tem um banco de informações genéticas de todos os seus habitantes.
12. Até 1989, a cerveja foi proibida na Islândia ( menos mas que conseguiram este assunto…).
13. É um dos países com a água mais pura do mundo, por isso não precisa de ser tratada. De facto, os islandeses estão mais do que orgulhosos da qualidade de sua água.
14. Os lares nas cidades não têm aquecedores. A água quente proveniente dos geíseres e as águas termais naturais, daí o seu forte cheiro de enxofre.
15. A islândia é considerado como um dos países mais seguros do mundo.

16. A lista telefônica da Islândia está ordenada por nome, não pelo apelido. Aqui não usam nomes familiares e o sobrenome indica o nome do pai do sujeito. Assim, o sobrenome dos homens termina em -, que significa filho de ( se meu pai se chamasse Ricardo eu seria Francisco Ricardosson ) e o das mulheres acaba em dóttir, filha de minha irmã se chama Adriana Ricardodottir). São assim de originais.
17. A percentagem de terra arável é de 0,07% e 11% do seu território está coberto de geleiras. Outra curiosidade da sua terra: não há apenas árvores e as que existem foram plantadas pelo homem.
18. Capital é a capital do mundo que está mais ao norte e mais de 60% da população do país vive na capital.
19. Em uma pesquisa feita há alguns anos, 54% dos islandeses não negava a existência dos elfos e 8%, afirmava a sua existência. Nos jardins de muitos lares, é possível ver pequenas casas construídas para eles e muitas obras de infra-estrutura esquivan pedras para evitar danificá-las, já que dizem costumam ser o lar dos elfos.
20. O runtur é a festa nocturna por excelência da capital. Durante os fins-de-semana, centenas de pessoas saem para curtir a noite tornam-se para a Capital em uma das cidades mais marchosas da Europa. E damos testemunho de que a festa aqui é de aúpa.

21. Geologicamente falando, é um dos países mais jovens do mundo. Apenas tem 25 milhões de anos.
22. No verão, há 24 horas de luz e no inverno entre 3-4 horas.
23. A companhia aérea Icelandair foi eleita como uma das melhores companhias aéreas do mundo.
24. Todos os islandeses falam inglês perfeitamente. Não há dubladores nos filmes nem nos desenhos animados e ensino do português e o inglês é obrigatória a partir dos 11 anos.
25. A música é outro dos aspectos culturais mais notáveis e arraigados na Islândia, preservando as tradições da música folclórica, unido ao pop e a música eletrônica. É original e diferente, como os próprios islandeses. Alguns grupos têm conseguido que o mundo conheça o seu estilo como Bjork ou Sigur Ros. E se vos pica a curiosidade aqui você tem alguns grupos de música islandesa menos conhecidos, mas igualmente bons: Of Monsters and Men, Olafur Arnalds, Gus Gus, Múm, Amiina, Rökkurró ou Parachutes. E a minha lista no Spotify com músicas para viajar para a Islândia.
Como véis, Islândia, um país quando menos peculiar e curioso, talvez por sua situação algo afastada e isolada do resto da Europa ou pela sua própria história, mas formaram uma cultura com identidade própria, única no mundo. Ójala com esses dados, tenha podido aproximar de vocês atraente cultura de um país que me tem amor e que eu acho que tem que ver uma vez na vida, ao menos. O que está claro é que os islandeses são genuínos e únicos. Desde que eu cheguei aqui!




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *